23 de fev de 2007

A Lenta Flecha da Beleza

"A mais nobre espécie de beleza é aquela que não arrebata de vez, que não se vale de assaltos tempestuosos e embriagantes (uma beleza assim desperta facilmente o nojo), mas que lentamente se infiltra, que levamos conosco quase sem perceber e deparamos novamente num sonho, e que afinal, após ter longamente ocupado um lugar modesto em nosso coração, se apodera completamente de nós, enchendo-nos os olhos de lágrimas e o coração de ânsias".

(Nietzsche, Humano demasiado humano, aforismo 149, Cia. do Bolso, 2005- escancaradamente tirado do Adubo de Rosas)

2 comentários:

luciano disse...

Tu é tão sem moral que faz plágio do plágio... tsc tsc

Thiago F.B disse...

muito boa a frase...
Falooooooow.

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.