24 de dez de 2008

Os animais são mais humanos III

Em 1969, John Rendall e seu amigo Ace Berg compraram um filhote de leão em Harrods, Austrália, o levaram para casa e o batizaram de Christian. Em pouco tempo, o filhote cresceu muito e ficou grande demais para a casa em que moravam. A única coisa que podiam fazer era tentar levar o leão de volta ao seu habitat natural, na África, e reintroduzi-lo ao mundo selvagem. Foi o que aconteceu.

Um ano depois, eles decidiram visitar Christian, mas foram alertados pelos guias que agora ele era o líder de um grupo de leões e que já estava completamente adaptado à vida selvagem, o que poderia fazer com que não lembrasse dos seus "pais". Após horas de procura pelo grupo de Christian, isto foi o que aconteceu quando eles finalmente encontraram o leão selvagem (a parte mais importante vai até 2 minutos e 10 segundos, mas vale a pena ver tudo):




O outro animal que aparece no encontro era a "esposa" de Christian, que ele fez questão de apresentar aos "pais". O acontecido está devidamente documentado no filme "Christian, the Lion at World's End", que infelizmente acho que não foi lançado por aqui. Para mais informações, visite este site (em inglês).

Resolução de ano novo

Atualizar o blog mais vezes...

15 de dez de 2008

Os animais são mais humanos II

Está aí embaixo o primeiro vídeo desta nova série do MD. Trata-se de um programa da National Geographic, "O Olho do Leopardo", que mostra um leopardo matando um babuíno para se alimentar, como todos da sua espécie fazem na selva. Porém, quando está levando sua caça para um local seguro, o bichano percebe algo mais no animal morto. E aí... Bem, veja você mesmo:



Eu não consigo assistir sem chorar. Simplesmente não consigo.

12 de dez de 2008

Os animais são mais humanos

Eu sempre fui pessimista em relação à espécie humana. Sempre fui mais Hobbes que Rousseau. Para mim, os humanos, que conseguem pensar com a dita "razão", de maneira "racional", são os animais que fazem as coisas mais estúpidas, seja ao ingerir coisas que ele sabe que fazem mal a ele até matar outro da própria espécie - ou de outra espécie - sem a intenção de se alimentar. Somos a espécie mais iluminada do planeta, porém a mais predadora, a que mais ameaça o andamento da vida no planeta - a única, eu diria. E, pior de tudo, achamos que somos donos de tudo; criamos explicações teológicas, metafísicas e espirituais para nos assegurarmos, sem culpa, de que tudo o que fazemos é por um bem maior. Ignoramos que a nossa espécie é um neném na Terra, geológica e biologicamente falando, e que como tal ainda fazemos cocô nas fraldas. Porém, fazemos merda orgulhosos de nós mesmos, e continuamos engatinhando - e por muitas vezes rastejando - nas próprias fezes. Essa espécie estúpida, que se auto-proclamou dona do mundo, deixaria o mundo bem melhor se deixasse de existir.

Digo tudo isso para concluir que sempre achei os animais (é impressionante como chamamos todos os outros bichos de "animais", como se não o fôssemos) melhores do que os humanos em quase todos os aspectos, particularmente naqueles... humanos. Aliás, quando uma pessoa é uma honrada, sensata e faz tudo certo ela é considerada humana, mas quando faz um ato monstruoso é um animal. Essas duas concepções nunca fizeram muito sentido pra mim, visto que, em primeiro lugar, somos nós mesmos que achamos isso - e portanto rebaixamos todos os outros animais e nos elevamos -, e em segundo lugar, os comportamentos mais "animais" são encontrados nos humanos como regra e, os mais "humanos", como exceção.

Não vou ficar aqui enchendo a página com argumentos para defender o que disse. Em vez disso, vou mostrar alguns vídeos que ilustram bem como os animais podem ser muito mais "humanos" do que nós - e, se considerarmos que o comportamento dos bichos não varia muito segundo as condições de personalidade dos seres humanos, com esses vídeos podemos admitir que esse comportamento "humano" deles é a sua regra.

Até amanhã, porque ainda tenho que preparar os textos que antecedem os vídeos.

7 de dez de 2008

C***lho!!!

Um espírito entra em campo e derruba jogador. Só pode ser isso.



Se existisse justiça nesse mundo, esse pênalti não entraria NUNCA.

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.