2 de abr de 2008

Músicas do mês

Depois de tirar umas férias, “Músicas do Mês” volta à ativa. Peço desculpas adiantadas por colocar mais músicas dos mesmos artistas, mas tenho que dizer que considero essas bandas as melhores da atualidade (juntamente com Oasis e Queens of the Stone Age, entre outras poucas). Isso, aliado ao fato de que a minha mudança pra São Paulo bagunçou minha rotina de escutar e descobrir novas músicas, fez com que eu repetisse de novo as bandas. Mas pelo menos tem Norah Jones também...

Pearl Jam – Love Boat Captain – mais uma música sensacional do sensacional disco Riot Act. Falando essencialmente da importância do amor em nossas vidas, essa música trata também de um episódio delicado na carreira dos caras (Lost nine friends we'll never know.../2 years ago today). Num show em 30 de junho de 2000, no Roskilde Festival, na Dinamarca, nove pessoas morreram após uma confusão causada porque todo mundo quis chegar mais perto do palco na mesma hora. O tumulto aconteceu na frente dos caras, que tentaram em vão fazer com que a platéia ficasse calma e parasse de tentar vir mais para frente. O desespero dos integrantes da banda ao ver a tragédia fez com que eles declarassem que não iam mais fazer shows em estádios, apenas em pequenos teatros e ginásios. Curiosamente, eles voltaram atrás justamente para fazer os seus shows aqui no Brasil, em 2006. A letra também faz referência a uma canção dos Beatles, “All You Need Is Love” (I know it's already been sung,...can't be said enough/Love is all you need,..all you need is love), mas a minha parte favorita é o refrão, quando Eddie Vedder canta a plenos pulmões Hold me, and make it the truth/That when all is lost there will be you/Cause to the universe I don’t mean a thing/And there’s just one word I still believe/And it’s love. Sensacional...



Foo Fighters – The Pretender – Canção que concorreu ao Grammy de melhor música do ano e primeiro single desse baita álbum (Echoes, Silence, Patience & Grace - que inclusive ganhou o Grammy de melhor disco de rock e também concorreu como melhor disco do ano), essa canção começa com um dedilhado que lembra um pouco Stairway to Heaven, do Led Zeppelin, apenas para depois explodir com uma guitarra nervosa que fica alimentando o que vai ser o explosivo refrão da música. Após uma parte mais lenta, com o mesmo dedilhado do início, o último refrão segue até um improvável coda que termina a música de um jeito muito, mas muito bom.



Norah Jones – Sunrise – A ternura dessa música é quase indescritível; a tranqüilidade que ela me passa também. Por todos esses predicados (e pela bela melodia) ela foi um dos destaques no mês passado. Simples assim, curto e grosso – características opostas a essa bela canção.

2 comentários:

André disse...

Mas mesmo no Brasil o Pearl Jam limitou o número de pessoas - não podia passar de 40000, por isso o show foi no Pacaembu, e não no Morumbi.

Love Boat Captain é linda demais. Se um dia ouvir ela em um show sou capaz de me atirar no chão e chorar.

Ana disse...

Eu te amo...

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.