19 de out de 2008

Do Surra

Incluído no novo pacote de salvação a ser votado pelo Congresso estadunidense: Estímulo ao desenvolvimento de energias renováveis, à compra de carros híbridos, etc. Se a história se repete, vem aí mais uma bolha. Se você tem algum projeto de produção de biodiesel a partir de meleca, está na hora de abrir sua start-up. Mas lembre-se de sair antes que a nova bolha estoure. A bolha imobiliária foi diretamente resultante da implosão da bolha da Internet. O Governo americano conseguiu diluir o crash das pontocom reduzindo os juros e fechando os olhos para a farra das hipotecas. E está agora tentando alternativas para uma nova bolha. Bill Clinton, no David Letterman ontem à noite, mencionou isso e deu como alternativa à saída da bolha via hipotecas nos idos de 2000, advinhem, o investimento em energias alternativas. A vantagem, segundo ele, é que esse tipo de investimento cria uma economia real, com empregos reais. É assim que os EUA resolvem suas recessões: investindo tudo em bolhas. E a propósito, Nouriel Roubini, no HardTalk da BBC de hoje: "É o início do fim do Império Americano". Com todas as letras. Sintetizou isso explicando que todos os grandes impérios ruíram quando passaram de grandes credores a grandes devedores, citando o próprio Império Britânico. Os EUA vão sair dessa devendo 700 bilhões a outros países (ironicamente, China, Rússia -- até Oriente Médio e, pasmem, Brasil). 700 bi além dos 9 trilhões do atual déficit, diga-se de passagem.
(update: link para a entrevista do Roubini: www.bbc.co.uk)

Como diz o título, tirado do Surra.

Nenhum comentário:

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.