16 de jan de 2007

Aqueles loucos japoneses

Eu não gosto de generalizar, mas japonês parece ser o povo mais louco que existe na face da Terra (e talvez ganhe da maioria dos povos extra-terrestres). Para comprovar essa afirmação basta assistir alguns programas japoneses. Os caras têm um senso de humor digno do Joselito, o Sem-Noção, e adoram as coisas mais toscas do mundo (mais toscas até que os programas da RedeTv!). Duvida? Então dá uma conferida nessas pérolas:
- No primeiro vídeo, temos uma espécie de reality show: três japas trancados numa sala recebem a visita de dois malucos que começam a fazer palhaçadas. Quem rir leva pau. Simples assim!
- No segundo e no terceiro podemos assistir a uma versão trash das Olimpíadas do Faustão (ou daquelas brincadeiras que o Domingo Legal fazia). Um magrão tem que sentar num tanque com água fervendo para acionar um mecanismo que faz uma japinha balançar numa cadeira, fazendo com que seus peitos - minúsculos - balancem. Se liguem no espírito oriental de competição...
- Já no último vídeo vemos uma pegadinha tipicamente japonesa - ou seja, sem a mínima noção: um pobre transeunte vai a um banheiro químico e... ah, olhem por si mesmos. João Kléber perde de goleada! Observações: vejam até o fim, porque a "modalidade" da pegadinha muda de maneira joselística; percebam como os japoneses cagam - e atestem, mais uma vez, sua queda para a loucura; divirtam-se!

4 comentários:

Murilo disse...

Cara, teu blog, como sempre, tá matando a pau. Não deixo muitos comentários mas acompanho sempre.
Abraço!

Anônimo disse...

Como diria meu amigo Obelix, "Esses japoneses são neuróticos"

Thiago Floriano disse...

Kra...definitivamente é bizarro!!!
os vídeos são no mínimo engraçados...
ta difícil encontrar palavras pra isso aki...
eu queria dizer qual é o mais bem bolado...mas não tem como!!!
Com essa no mínimo vou passar o resto do dia de bom humor...
Abraço..>Faloooooooooow.

luciano disse...

1) sem generalização!
2) tu já pensou em trabalhar de vez em quando, aí no tribunal, ou não tem mais nada pra fazer?

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.