19 de out de 2007

Entre vistas

Ser famoso tem suas desvantagens óbvias. Por exemplo, não deve ser fácil ir ao cinema ou mesmo à padaria - apesar que não vejo o Galvão Bueno (péssimo exemplo) comprando pão para o café da manhã. Talvez uma das maiores chatices seja aturar entrevistas monótonas feitas por jornalistas (jornalistas?) despreparados. A banda Los Hermanos tem pelo menos três ótimos exemplos de como uma entrevista banal pode ser um pé no saco - pra eles, porque pra mim elas são simplesmente sensacionais:

- Em primeiro lugar, a repórter chama Marcelo Camelo de Marcelo CAMPELO. Super informada... E o Rodrigo Amarante ainda vira uma hora pra ele e fala: "foram muito bons, não foram... Campelo?".




- Os dois repórteres dão uma aula de preparação prévia para uma entrevista. Uma sucessão de erros:
1- Marcelo CAMPELO (de novo!!);
2- Bate-boca ao invés de boca-boca;
3- 1% da população mundial não gosta de LH;
4- ela pergunta pq eles usaram tanto sopros no último disco, mas na verdade o "4" é o álbum que tem MENOS sopros...;
5- Pergunta: "- Como é que você compõe?" Resposta: "- Com violão e um caderno";
6- Ela pergunta se ele tem que estar apaixonado pra compor músicas como "O Último Romance". Detalhe: a música foi composta pelo Rodrigo Amarante...;
7- Daí entra um cara do nada e fala sobre o Charlie Brown Jr. (o Chorão e o Marcelo brigaram uma vez num aeroporto, e o vocalista do LH acabou com um olho roxo), e o Camelo fala "Tô nem aí, cara";
8- Após uma pergunta sobre Anna Júlia, o repórter fala, de mansinho: "numa boa". Haha;
9- O Marcelo Camelo pegando o cigarro e a cerveja, tipo "tá, agora chega", foi algo...;
10- "Eu sou sua fã". Tá bom...




- Genial resposta do Rodrigo Amarante a um repórter muito chato. Destaques:
1- "Hã?!";
2- "É, é uma música nossa, né por isso tem a relação";
3- "Você queria saber o que mesmo?";
4- "Você já foi a algum show do Los Hermanos? Não? E esse sempre vem da onde?";
5- "O que incomoda é o jornalismo preguiçoso";
6- "Esse tipo de pergunta, assim, leviana...";
7- "Eu acho que você leu pouco. Desculpe a sinceridade".


4 comentários:

Bruno Pessi disse...

Cara, esse último filme é uma pérola. Deviam passar ele na faculdade de jornalismo AHHAHAHAHA

O que incomoda é o jornalismo preguiçoso!

Leo disse...

A ultima entrevista realmente é um tapa-de-luva. Mas a mais engraçada é a segunda!

Murilo disse...

Jornalismo preguiçoso é uma merda. Eu sou melhor "jornalista" que esses zé roelas aí...
Mas vamos combinar, o CAMPELO não é muito bom de entrevista também.

Thiago F.B disse...

Cara que foda isso...
hehehehehe

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.