29 de mai de 2008

São Paulo IV

Dia desses eu e a minha mulher estávamos querendo comprar umas frutas e verduras, e o supermercado perto de casa estava com uns tomates terríveis. Então nos lembramos que parecia haver uma fruteira ali por perto, mas não lembrávamos onde. Fomos até um boteco próximo e perguntamos ao atendente do balcão:
- Com licença, tem uma fruteira aqui por perto, né?
- Hã?
- Uma fruteira.
- Fruta?
- Fruteira!
- ...
- Tem algum local que venda frutas por aqui?
- Ali no supermercado tem fruta (apontando para o super de tomates horríveis).
- Sim, isso eu sei, eu queria saber onde tem uma fruteira...
- Um lugar que vende fruta?

Como deu pra notar, aqui em São Paulo não existe “fruteira”. Esse tipo de estabelecimento é conhecido por aqui como "Sacolão". Ah, tá.

6 comentários:

Murilo disse...

"Esse tipo de estabelecimento é conhecido por aqui como "Sacolão". Ah, tá".

Eu ainda to rindo disso!

Uma que acontece por aí e me tira do sério é chamar picolé de "sorvete".

Leo disse...

Imagino o que o cara do bar ficou pensando quando ouviu o teu sotaque gaúcho e perguntando sobre uma "fruteira"!
hehe

Thiago F.B disse...

O foda são alguns paulistas que vivem tirando onda de todo mundo...e tem expressões ridículas para coisas que se tem nome e um nome com alguma lógica!!! Sacolão da pra entender e tals... Mas um lugar que vende fruta é fruteira, assim como para fazer torradas torradeira, não sanduicheira!!!! uahauhauhauhauhuha
"Conflitos" culturais...

Anônimo disse...

ai, junior, numa boa, mas esse teu comentário é nada a ver, né? apenas diferenças regionais, meu jovem!! não sei por que o espanto, uai!!

André disse...

Se tu tivesse dito "frutinha", o cara teria te dado o endereço do Morumbi.

Leandro Corrêa disse...

No interior de SP é "Varejão", que eu me lembre...

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.