11 de dez de 2007

Vida Real

Achei que tu não existisses, então te inventei.
Na minha ânsia por amor, te pintei com as cores mais belas.
Fiz-te perfeita demais, uma utopia de mulher.
E sonhei e imaginei e viajei e delirei
com a minha idealização.
Com aquela que eu sabia, só existia na minha cabeça.
Mas então te encontrei
e vi que era tu quem eu imaginava.
Quase não acreditei, e desde então abandonei
aquela que havia inventado,
pois te ter ao meu lado
vale mais do que a minha imaginação.

Um comentário:

Ana disse...

Meu amor, tu é a realização de um sonho!!! Eu te amo!
Tua Ana

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.