13 de out de 2009

Novo fenômeno?

Se dá pra dizer que [REC] foi um novo Bruxa de Blair, parece que já fizeram o novo [REC]. Trata-se de Paranormal Activity, filme do estreante Oren Peli, que foi exibido pela primeira vez em 2007, no festival de filmes de terror Screamfest. Nesse e em outros festivais especializados, o filme surpreendeu positivamente a plateia, e o boca-a-boca gerado fez com que a Paramount decidisse distribui-lo, em circuito limitado, nos EUA. O lançamento do filme foi neste fim de semana, e ele ocupou o quinto lugar nas bilheterias, com 8,28 milhões de dólares. Considerando que o filme foi lançado em apenas 160 salas (com uma impressionante média de 44 mil dólares/sala!) e custou apenas 15 mil dólares, ele tem grandes chances de bater o recorde de Bruxa de Blair como filme mais lucrativo da história.

O filme conta a história de um casal que recém se muda para uma casa em que coisas suspeitas acontecem, o que os leva a colocar câmeras para vigiar o ambiente e descobrir se trata-se de uma casa mal-assombrada.

Além de utilizar a câmera em primeira pessoa (assim como Bruxa de Blair e [REC]), Paranormal Activity ainda guarda mais uma semelhança com eles: o seu marketing. Nos EUA está rolando uma campanha para que mais cinemas passem o filme, o que obviamente aumenta o boca-a-boca e o disse-me-disse em torno dele. Mas o que mais me chamou a atenção foi um dos trailers do filme, utilizando a mesma ideia usada em [REC]: filmar as reações da plateia. O resultado vocês veem abaixo:



Será que todo esse hype se justifica? É o que veremos a partir de 4 de dezembro, quando ele deve estrear por aqui.

Um comentário:

Rodrigo Cardia disse...

Assisti o filme agora há pouco. Fato: sempre que eles vão dormir, dá uma sensação de tensão, e quando o horário anda "em tempo real", então, é f***. E quando amanhece, dá um alívio.
Mas, claro, que só dura até a noite seguinte...

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.