5 de jun de 2008

São Paulo V

Tempos atrás queríamos comer uma pizza. Liguei para uma pizzaria e perguntei se eles aceitavam cartão de crédito para tele-entrega.
- Para o que, senhor?
- Tele-entrega.
- Tele-entrega?
- Sim, tele-entrega.
(silêncio de uns cinco segundos do outro lado da linha)
- Só um momento.
(um momento depois)
- Então, o senhor quer dizer delivery?
- Hã... acho que é...

Resumindo: aqui em São Paulo não tem tele-entrega, tem delivery. Eles até entendem quando se fala “entrega a domicílo”, mas tele-entrega, aparentemente, é um termo desconhecido por essas bandas. Agora vem a pergunta: se existem duas expressões em português para o ato de entregar algum produto na casa de quem está pedindo (tele-entrega e entrega à domicílio), por que diabos é necessário utilizar outra, só que em inglês?

3 comentários:

Anônimo disse...

Maldito americanismo....
Coisa de paulista, né! hahah
Laura

André disse...

Tu devia ter pedido assim, ó:

"Tele-entrega pra rua tal, cuidado com a sinaleira no cruzamento e pra não pechar em nenhum carro porque alguém pode se pisar, ok?"

Depois era só botar a gravação no Utube e rir com os amigos.

Thiago F.B disse...

Coisas de paulista...
E isso não é um elogio...

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.